Como escolher uma agência para o seu bebê

Você provavelmente já ouviu falar que o seu bebê é o mais lindo e fofo do mundo, ou que ele poderia facilmente ser um bebê modelo, já que os bebês que aparecem nos comerciais e capas de revista sempre são adoráveis. Muitas mães têm vontade de investir na carreira de seus filhos e procuram agências de modelos para bebês na hora de dar os primeiros passos é muito importante buscar a agencia certa.


Antes de tudo é preciso que a mãe entenda que colocar o filho em uma campanha é uma tarefa trabalhosa e que pode lhe custar muito tempo e dedicação. Por isso, é preciso saber qual atitude tomar e até que ponto a exposição do seu filho não irá interferir no desenvolvimento de seu pequeno.


O problema é que muita gente acredita que esse investimento em uma está muito acima do seu orçamento e acaba desistindo da ideia de levar o filho ou filha até uma agência de modelos para bebês e fazer um pé de meia para o seu pequeno.


Abaixo vamos listar os passos que você deve dar na hora de escolher a agência de modelos para bebês, assim como algumas dicas de como evitar as temidas armadilhas que rondam o universo de moda infantil.

1 – Pesquise na internet
Use essa importante ferramenta a seu favor. Com a internet você pode procurar as agência de modelos para bebês, assim como pesquisar sobre cada uma e ver os procedimentos das agencias, pois umas realmente se preocupam com a satisfação dos clientes.


O legal é que você também pode verificar a credibilidade da empresa pela própria rede. Para isso visite alguns sites de reclamações online e verifique com o nome da agência se ela possui alguma reclamação. Veja também as redes sociais, como Facebook, insta gram e Twitter, pois contem depoimentos de clientes.

2 – Se você conhece algum dos bebês fale com seus pais
Não há nada melhor do que a propaganda boca a boca, ela é direta e confiável já que você conhece aquela pessoa. Pesquise entre os amiguinhos de seu filho aqueles que já realizarem algum trabalho ou que fazem parte de alguma agência.


Pergunte como é os últimos castings, como a agência de modelos para bebês trabalha, como seus filhos são tratados, como os pais são tratados e quais as reclamações que eles têm a fazer. É importante que você enfatize para que eles falem também os pontos negativos dessas agências, para que assim, no futuro, você possa saber se vale mesmo a pena levar o seu filho até essa agência.

3 – Mande fotos do seu filho
As agências sérias e de renome sempre pedem que você mande em torno de 4 fotos do seu filho por e-mail. No caso dos bebês eles pedem algumas fotos sentadas e do rosto da criança.


Aqui é importante ressaltar que as fotos são naturais, então nada de passar maquiagem na criança ou colocar filtros. Faça uma foto do seu filho com aquela roupinha que ele adora e se conseguir fazer o pequeno sorrir para a câmera você ganha alguns pontos na agência. Afinal, simpatia para uma criança é primordial.

4 – Casting
Essa é a primeira parte do contato da agência de modelos para bebês que você terá no momento da seleção. Ela não é a garantia de que seu filho conseguiu uma oportunidade, mas sim de que os produtores gostaram da criança e querem conhecer você e o seu bebê pessoalmente.
Esse passo é o que as agências tentam entender seu bebê, saber do que ele gosta, como se ele se comporta e traçar um perfil para utilizaram na hora da seleção.


Por exemplo: vamos supor que seu bebê adora a hora do banho, se diverte, ri Como escolher uma agência para o seu bebê
Você provavelmente já ouviu falar que o seu bebê é o mais lindo e fofo do mundo, ou que ele poderia facilmente ser um bebê modelo, já que os bebês que aparecem nos comerciais e capas de revista sempre são adoráveis. Muitas mães têm vontade de investir na carreira de seus filhos e procuram agências de modelos para bebês na hora de dar os primeiros passos é muito importante buscar a agencia certa.

5 – As fotos
Muitas mães acham que o primeiro passo é pagar por um book para o bebê, mas esse é na verdade um ponto no qual você pode perder dinheiro. Nenhuma grande agência pede que você já chegue com o book de seu filho pronto. Isso porque e comum que eles realizem as fotos, já que possuem um padrão seguido por todos os modelos.

6 – Conheça o método de trabalho da agência
Não tenha vergonha em pedir para conhecer um dia de trabalho da agência de modelos para bebês que quer contratar o seu filho, essa visita será fundamental para você conhecer o local de trabalho que passará com seu filhote, conhecerá os outros profissionais ali presentes e desenvolverá uma possível amizade com eles, tudo isso num ambiente que deve ser agradável e confortável para seu bebê. Portanto, converse com a produtora e explique que você quer conhecer qual o procedimento da agencia e onde as fotos serão divulgadas.


Lembre-se também que seu filho tem que se divertir nas sessões de foto e vídeos, afinal ele é só um bebê.

7 – O composite
Muitas mamães não fazem ideia do que é um composite. Ele nada mais é do que uma pasta na qual estão cinco fotos de seu bebê e mais alguns documentos com informações importantes para quem quer contratar.
Essas informações normalmente estão a cor dos olhos do bebê, sua altura, peso, manequim, cor da pele, cabelos, entre outros. Ele ajuda na hora em que os clientes estão avaliando quais bebês estão de acordo com o perfil que estão buscando.

8 – Fique de olho nos contratos
A primeira coisa que devemos ter em mente é que você deve ler todo o contrato, inclusive as letras minúsculas. O normal é que as agências façam contratos sem exclusividade, o que permite que você possa agenciar a criança em outros lugares. Isso acontece porque é comum que as empresas que fazem contrato com exclusividade paguem mais, mas o bebê muda rápido e algumas agências levam isso em conta.


O contrato deve ter no máximo um ano, já que é comum que os bebês tenham que retornar normalmente a cada seis meses para atualizarem as suas fotos. Lembre-se que na hora de fazer as fotos será preciso que você traga brinquedos que seu filho gosta, além de uma boa opção de vestimentas e acessórios.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn